terça-feira, 29 de setembro de 2009

Faço o que gosto.



Jornalismo







Por amor,
Pela sede de notícia,
Pelo sonho de criança,
Por façanha do destino,
Por desejo de crescimento contínuo,
Pela alegria que me dá no peito ao entrar na redação.
Pelo sonho que vivo e realizo diariamente.
Pelos planos que ainda vou realizar.
Pela paz que carrego comigo, ao fazer o que gosto todos os dias.














MUDAR


Pensando na vida,
Pensando em mim,

Pensando em você,
Será que devo lhe incluir nos meu planos?

Planos, vontade de mudança,

Um querer tão forte que chega a me sufocar.
Mudar, Melhorar, ampliar meu horizontes.
Mudar para acabar com a mesmice.

Tenho que aprender a aplicar um ponto final.

Um ponto final funciona em um segundo quando mantemos a meta e a mente limpa.

Um ponto final é como uma pausa com sensação de dever cumprido, sensação de término.


É um segundo de silêncio interno, sem pensamentos ou perguntas.

É um segundo que fortalece e nos capacita a continuar na direção clara e precisa.

É o fim de uma frase, mas também o inicío de outra.


Não vou ficar pensando aqui,

Perdendo meu tempo com coisas superficiais,

O simples também tem seu valor.


Darei mais valor as coisas simples.

O inicío de uma nova fase estar para acontecer,

Melhorarei aquilo que for preciso, e também o que não for preciso,

Afinal mudar é viver.


Contarei meu jardim pelas flores que nascem, nunca pelas folhas que caem.

Viverei cada minuto da minha vida como se fosse o último.

Quanto as horas que se passam a todo momento, nao contarei pelos ponteiros romanos de um relógio de pulso e sim pelo pulsar do meu coração.


Em toda a minha existência contarei minha idade pelos amigos que conquistei e nunca pelos anos que vivi.

Derrubarei todas as barreiras que surgirem no meu caminho, assim Vencerei e conquistarei o meu lugar.

Lugar este que ainda não sei ao certo, mas com certeza estou trilhando meu caminho e irei descobrir.


O amor amacia a dureza.

Torna possível o impossível.

Quando há amor tudo muda para melhor.

Para ter amor, deixe-se mudar e você verá que o mesmo pode acontecer com todos.

DESILUSÃO.


Sabe aqueles momentos em que sentimos uma dor fina, lá dentro do peito, dor essa que nem sabe-se como é, como vem, e tira a impressão de que tava tudo bem.


Dá vontade de gritar aos quatro ventos numa voz bem alta, como se fosse sair um monstro de dentro de nós, a sensação de alguma coisa sem precedentes.


Como se viesse um desejo de chorar e chorar, e nem saber a hora de parar, somente induzir para dentro de sí, o que pra fora nem veio se mostrar.


Como mudança de rumo, e rumando para o deserto quente e seco da minha sensação de estar perto do nada, mas longe de você, um amor renegado, pensamento elevado.

Sentimento com sonhos desmoronados e castelos de areia engolidos pelas ondas, sentimento de perda e dor, sabor do castigo, sentido sem amor.


Seria como se expremesse o peito e lançasse longe a alegria, sentido de vida vazia, sorriso sem graça, sabor de rejeição, coração na contra mão.


Não!... mesmo que se tenha idéia do que é sofrer, mas ferida que se abre sem ferir dói, mas sem o sangue a sair.


Sofrer assim não é justo, se foi um susto, nem custo da dor ou esperança do amor, dor essa que é fina no peito e desafina o embalo do coração e da emoção.


Pois, como perfume de amor e flor, e despedida sem odor, se faz sofrido o rosto, com a expressão que dispensa conotação.


Sim, com amor é fácil lidar, mas os sentimentos á parte que sem recentimentos, se faz uma parte dessa dor, que á outra se veio juntar, selando a desculpa da lágrima rolar.


Como saber que é hora de parar, sanar uma coisa dessas só com alguem que viveu tal sentimento, e sobreviveu pra contar, ou correu o risco e saiu da beira do abismo.


Juro que se for para sentir essa dor, sem ter o que sentir, não fico mais em cima desse muro, me cede tua luz, e me tira desse escuro.


Os vestígios da esperança que molha o meu olhar, se faz forte, e não sei como vai-me a sorte sair assim, sem os riscos da morte á me rodear.


Sei que dor fina e vazia faz sofrer, mas sem entender o que a dor te traria é sofrer duas vezes, uma por sofrer e outra sem saber.


Seria um troca justa, a troca da discórdia pela vaga soma da tua misericórdia, se me decifrasse essa dor.


E chegando sempre pela metade e tomando o lugar da felicidade, essa dor me pega sem piedade, como é triste sofrer e ver padecer num sentido sem fim.


Não tem como dizer não, essa dor que seca o coração, faz viver um momento sem razão, leva consigo uma paz que seria a única emoção, essa dor se chama, Desilusão!

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Dias!!!!!







Tenho vivido dias de tormento,



Tenho vivido dias de alegria



Tenho vivido dias de choro,



Tenho vivido dias de risos.







Vivo aprendendo,



Vivo errando,



Vivo me corrigindo,



Vivo mudando.




Eu prefiro ser uma metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Beijar, Beijar e Beijar....


Ok!!!!

A gente quer encontrar alguém bonito, inteligente e espirituoso, alguém que não seja muito exibido nem vaidoso demais, que tenha um papo cativante e esteja parado na nossa.

Mas e se beijar mal?

Ah!!! Sem chance.

Tem que beijar bem, beijo é o início de tudo.

Quando escuto alguém dizendo que Fulano beija bem e Sicrano beija mal, quase volto a acreditar em histórias tais como papai noel, coelhinho da pascóa e por ai vai.

Beijo é a sorte de duas bocas entrarem em comunhão.

Pode um Rafael beijar uma Ana e ser uma explosão vulcânica, e o mesmo Rafael beijar uma Cristina e ser um encontro labial de dar sono.

Pessoas não beijam bem ou mal,

Casais se beijam bem ou mal.

Há sempre dois envolvidos.

A definição de um beijo bom é que pode ser questionável, mas quem está no meio do entrevero quase sempre reconhece o ósculo sublime.

Beijo bom é beijo decidido, mesmo que a decisão seja levá-lo devagar ao longe.

Beijo bom é beijo molhado, em que os beijadores doam tudo o que há para doar na cavidade bucal, sem assepsia, entrega absoluta.

Beijo bom é beijo sem pressa, que não foi condenado pelos ponteiros do relógio, que se perde em labirintos escuros já que, é bom lembrar, estamos de olhos fechados.

Beijo bom é beijo que você não consegue interromper nem que quisesse.

Beijo bom é beijo que não permite que seu pensamento tome forma e voe para outro lugar.

E, por fim, beijo bom é o beijo que está sendo dado na pessoa por quem você é completamente apaixonado.

Existe beijo ruim?


Não.
Existe sim beijo sem alma, beijo educado demais, beijo cheio de cuidados, beijo curto, beijo seco.

Mas uma coisa é certa: precisa dois para torná-lo frio ou torná-lo quente.

Todo mundo pode beijar bem, basta nossa boca encontrar com quem.

domingo, 6 de setembro de 2009

Eu amo você mas....


Eu amo você,
mas infelizmente não dá mais.
Eu amo você,
e mesmo te amando, iremos seguir destinos diferentes.

Não!!!
Eu não posso mais me negar para fazer as suas vontades.
Não posso mais ouvir de você as mesmas palavras já ditas, que não mudam em nada.

É engraçado.
Só o amor não é tudo.
Em um relacionamento buscamos a união de várias coisas.
E se faltar algo, o amor por si só não supera tudo como outras pessoas falam.

Enfim na vida só o amor não basta.
Seria muito facíl se ele fosse a solução de tudo.
Assim, eu não precisaria trabalhar nem estudar,
Apenas viveria e morreria de Amor.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Carta ao HOJE!!!

Senhor HOJE,

Fica bem claro aqui que, apartir de agora o senhor tem a obrigação de me fazer FELIZ!
Pode tratar de acertar com o senhor Amanha e com o Senhor Futuro que, eu não admito mais esta mesmice em minha vida.

Para resolução deste problema, segue algumas indagações sobre o mesmo:


Hoje, fiquei tentando buscar inspiração para inscrever.
Infelizmente, nos ultimos dias elas não tem surgido como de costume.

Me sinto parada no tempo e as vezes avançada demais.
Tenho muita coisa intalada na garganta pra dizer e mesmo assim não falo nada.

Quero ser livre, poder voar sem se preucupar, mas mesmo assim estou presa.
Me permito ficar presa!!!

Preciso resolver minha vida, em quase todos os aspectos
Graças a Deus pelo menos os estudos estão em Ordem.

Pesquisei no google o signifcado do meu nome "Jackeline"
"Adaptação feminina de Jacob, AQUELA QUE SUPLANTA = AQUELA QUE VENCE"!!!

Será que vencerei?
O senhor sabe?
Eu ainda não sei, pelo menos o nome já contribui pra isso rsrsrs.

Venho pensando muito nos ultimos dias
e percebo que me encontro em total Indecisão.

Quero novidades, to cansada da mesmice,
Quero viver dias novos, quero sensações agradáveis,
Quero sentir o vento no rosto e aproveitar o momento.
Quero caminhar na praia sem ter que olhar para o relógio,
Melhor, não quero relógios rsrsrrs.
Quero ter alegrias, surpresas e emoções.

Quero voltar a ser a protagonista da minha vida.
Quero ditar as leis, as regras e depois segui-lás.
Segui las por AMOR e não por OBRIGAÇÃO.
Não quero viver na pressão do dia a dia.
Quero sair e me esbaldar numa pista de dança,
Faz muito tempo que não faço isso.

Enfim, Colocar os pontos no IIIIISSS e depois Viver!!!
Viver, não como se o mundo fosse acabar amanha
E sim viver com o pensamento que o hoje 01/09/09 é ÚNICO e não volta mais.
Plenejar sim o amanha, planejar o futuro, mas viver o presente.
Fluxogramas pra lá, Agendas pra cá, aiaiaii Administração que me persegue até aqui Rsrsrsr!!!
Concluindo o HOJE é muito precioso e eu to deixando o senhor passar sem me trazer nada BOM.
Por favor me ajude a resolver isto.

Fico no aguardo das providências.

Atenciosamente,

Jackeline Varela