domingo, 11 de setembro de 2011

É eu sou estranha.



Não sou fria,
nem marrenta,
talvez um pouco agreste.
Mas não me julgue indiferente,
nem ache que não dou importância.
Não confunda com antipatia,
não defina como desinteresse.
Sim, eu sou estranha.
E estou apenas tentando não me machucar mais uma vez.

:)




"Houve uma mudança de planos e eu me sinto incrivelmente leve e feliz. Descobri tantas coisas... Existe tanta coisa mais importante nessa vida que sofrer por amor."

Caio Fernando Abreu